segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Do outro lado da ponte: Café Touché

Recebemos notícias enviadas pelo nosso assessor do outro lado da ponte (assolapo), em Vila Velha, que nos conta sobre sua experiência etílica-gastronômica no Café Touché. Leiamos:


"Querido mestre Buonaboca, recebi convite de um casal amigo para visitar o Café Touché, que, disse-me, com o devido cuidado, pode ser acessível ao bolso médio e ao paladar um pouco mais exigente (que não é bem meu caso - estou mais para gourmant do que para gourmet). O Café fica de frente para o mar, na Av. Antônio Gil Velozo, 1.856 - Praia da Costa, Vila Velha - ES. Telefone: (27) 3229-0181. Você pode optar pela varanda ou pelo salão interno (com ar condicionado). É um bar pequeno, mas aconchegante. Conta com uma carta de vinho regular e com drinques diversos. Outro aspecto interessante é a boa música. Tivemos o prazer de ouvir e ver o trio formado por Salsa (sax e voz), Bruno (piano acústico) e Josias (baixo acústico), tocando muito jazz. Iniciamos a comilança com uma entrada de pastas (presunto, beringela e queijo) e, gula minha, uma porção de Chili, que estava bom (a receita é estilizada, mas convence), com custo em torno de 15 e 18 reais, cada. Bebemos algumas cervejas (long neck - o que me incomoda) bem geladas e, lá pelas tantas, filei uma taça de um cabernet francês (Fortant, 2004) do gentil saxofonista Salsa (um vinho leve e bem equilibrado entre frutas e madeira, que, infelizmente, não faz parte da carta do bar). Encerramos a noite pedindo um filé com mostarda e um pene suave, que, vocês podem conferir na foto, agradou ao grupo. Os pratos variam entre 20 e 30 reais, mas, mesmo assim, chorei para pagar a conta. Um quesito que você tem deixado de lado em seus comentários: o banheiro. É limpo, mas extremamente apertado. Uma pessoa mais avantajada fisicamente terá dificuldades para "se virar" naquele restrito espaço.

3 comentários:

Salsa disse...

Está me devendo uma taça. Fez uma falta danada no final da noite. Valeu a presença.
PS - Voltaremos ao Café no dia 26.

Chef Buonaboca disse...

Quer dizer então que o sr. Salsa está bebendo em serviço? Desse jeito, até eu vou assistir o próximo show.

Bala Perdida disse...

Ué, não foi o Buonaboca quem postou a resenha? Por que a surpresa com o beberico do Salsa?
Quanto ao tamanho dos banheiros em restaurantes, é vero! Vc. acaba encostando em lugares não desejados, melhor seria deixar o espaço de 2 banheiros (transformados em 1), para ser democraticamente e confortavelmente partilhado por "damas e cavalheiros".